·  História da Enfermagem
·  Universidades do Bem
Nós precisamos da sua ajuda para continuar construindo os milhares de sorrisos de crianças com câncer em
todo
País!
FotosBlogorkutorkut
Núcleo destaque: Maranhão
O Núcleo Anjos da Enfermagem do Maranhão foi o 1º núcleo a ser implantado pelo instituto. Parabéns!

História da Enfermagem

Período colonial

A organização da Enfermagem na Sociedade Brasileira - compreende desde o período colonial até o final do século XIX e analisa a organização da Enfermagem no contexto da sociedade brasileira em formação. Desde o princípio da colonização foi incluida a abertura das Casas de Misericórdia, que tiveram origem em Portugal.

A primeira Casa de Misericórdia foi fundada na Vila de Santos, em 1543. Em seguida, ainda no século XVI, surgiram as do Rio de Janeiro, Vitória, Olinda e Ilhéus. Mais tarde Porto Alegre e Curitiba, esta inaurgurada em 1880, com a presença de D.Pedro II e Dona Tereza Cristina. No que diz respeito à saúde do nosso povo, merece destaque o Padre José de Anchieta. Ele não se limitou ao ensino de ciências e catequeses; foi além: atendia aos necessitados do povo, exercendo atividades de médico e enfermeiro. Em seus escritos encontramos estudos de valor sobre o Brasil, seus primitivos habitantes, clima e as doenças mais comuns.

A terapêutica empregada era à base de ervas medicinais minuciosamente descritas. Supõe-se que os Jesuitas faziam a supervisão do serviço que era prestado por pessoas treinadas por eles. Não há registro a respeito. Outra figura de destaque é Frei Fabiano de Cristo, que durante 40 anos exerceu atividades de enfermeiro no Convento de Santo Antonio do Rio de Janeiro, (Séc. XVIII). Os escravos tiveram papel relevante, pois auxiliavam os religiosos no cuidado aos doentes. Em 1738, Romão de Matos Duarte consegue fundar no Rio de Janeiro a Casa dos Expostos. Somente em 1822, o Brasil tomou as primeiras medidas de proteção à maternidade que se conhecem na legislação mundial, graças a atuação de José Bonifácio Andrada e Silva.

A primeira sala de partos funcionava na Casa dos Expostos em 1822. Em 1832 organizou-se o ensino médico e foi criada a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. A escola de parteiras da Faculdade de Medicina diplomou no ano seguinte a célebre Madame Durocher, a primeira parteira formada no Brasil. No começo do século XX, grande número de teses médicas foram apresentadas sobre Higiene Infantil e Escolar, demonstrando os resultados obtidos e abrindo horizontes a novas realizações. Esse progresso da medicina, entretanto, não teve influência imediata sobre a Enfermagem.

Assim sendo, na enfermagem brasileira do tempo do Imperio, raros nomes de destacarm e, entre eles, merece especial menção o de Ana Neri.

Ana Neri

Aos 13 de dezembro de 1814, nasceu Ana Justina Ferreira, na Cidade de Cachoeira, na Província da Bahia. Casou-se com Isidoro Antonio Neri, enviuvando aos 30 anos. Seus dois filhos, um médico militar e um oficial do exército, são convocados a servir a Pátria durante a Guerra do Paraguai (1864-1870), sob a presidência de Solano Lopes.

O mais jovem, aluno do 6º ano de Medicina, oferece seus serviços médicos em prol dos brasileiros. Ana Neri não resiste à separação da família e escreve ao Presidente da Província, colocando-se à disposição de sua Pátria. Em 15 de agosto parte para os campos de batalha, onde dois de seus irmãos também lutavam. Improvisa hospitais e não mede esforços no atendimento aos feridos. Após cinco anos, retorna ao Brasil, é acolhida com carinho e louvor, recebe uma coroa de louros e Victor Meireles pinta sua imagem, que é colocada no Edifício do Paço Municipal.

O governo Imperial lhe concede uma pensão, além de medalhas humanitárias e de campanha. Faleceu no Rio de Janeiro a 20 de maio de 1880. A primeira Escola de Enfermagem fundada no Brasil recebeu o seu nome.

Ana Neri como Florence Nightingale, rompeu com os preconceitos da época que faziam da mulher prisioneira do lar.

Florence Nightingale

Nascida a 12 de maio de 1820, em Florença, Itália, era filha de ingleses. Possuía inteligência incomum, tenacidade de propósitos, determinação e perseverança - o que lhe permitia dialogar com políticos e oficiais do Exército, fazendo prevalecer suas idéias. Dominava com facilidade o inglês, o francês, o alemão, o italiano além do grego e latim. No desejo de realizar-se como enfermeira, passa o inverno de 1844 em Roma, estudando as atividades das Irmandades Católicas. Em 1849 faz uma viagem ao Egito e decide-se a servir a Deus, trabalhando em Kaiserswert, Alemanha, entre as diaconisas. Decidida a seguir sua vocação, procura completar seus conhecimentos que julga ainda insuficientes. Visita o Hospital de Dublin dirigido pelas Irmãs de Misericórdia, Ordem Católica de Enfermeiras, fundada 20 anos antes. Conhece as Irmãs de Caridade de São Vicente de Paulo, na Maison de la Providence em Paris.

Aos poucos vai se preparando para a sua grande missão. Em 1854, a Inglaterra, a França e a Turquia declaram guerra à Russia: é a Guerra da Criméia. Os soldados ingleses acham-se no maior abandono. A mortalidade entre os hospitalizados é de 40%.Florence partiu para Scutari com 38 voluntárias entre religiosas e leigas vindas de diferentes hospitais. Algumas das enfermeiras foram despedidas por incapacidade de adaptação e principalmente por indisciplina. Florence é incomparável: estende sua atuação desde a organização do trabalho, até os mais simples serviços como a limpeza do chão. Aos poucos, os soldados e oficiais um a um começam a curvar-se e a enaltecer esta incomum Miss Nightingale. A mortalidade decresce de 40% para 2%. Os soldados fazem dela o seu anjo da guarda e ela será imortalizada como a "Dama da Lâmpada" porque, de lanterna na mão, percorre as enfermarias, atendendo os doentes. Durante a guerra contrai tifo e ao retornar da Criméia, em 1856, leva uma vida de inválida.

Dedica-se porém, com ardor, a trabalhos intelectuais.

Pelos trabalhos na Criméia, recebe um prêmio do Governo Inglês e, graças a este prêmio, consegue iniciar o que para ela é a única maneira de mudar os destinos da Enfermagem - uma Escola de Enfermagem em 1859.

Após a guerra, Florence fundou uma escola de Enfermagem no Hospital Saint Thomas, que passou a servir de modelo para as demais escolas que foram fundadas posteiormente. A disciplina rigorosa, do tipo militar, era uma das características da escola nightingaleana, bem como a exigência de qualidades morais das candidatas. O curso, de um ano de duração, consistia em aulas diárias ministradas por médicos.

Nas primeiras escolas de Enfermagem o médico foi, de fato, a única pessoa qualificada para ensinar. A ele cabia então decidir quais das suas funções poderia colocar nas mãos das enfermeiras Florence morre a 13 de agosto de 1910, deixando florescente o ensino de Enfermagem. Assim a Enfermagem surge não mais como uma atividade empírica, desvinculada do saber especializado, mas como uma ocupação assalariada que vem atender a necessidade de mão-de-obra nos hospitais, constituindo-se como uma prática social institucionalizada e específica.

Juramento da Florence

“Juro, livre e solenemente, dedicar minha vida profissional a serviço da pessoa humana, exercendo a enfermagem com consciência e dedicação; guardar sem desfalecimento os segredos que me forem confiados, respeitando a vida desde a concepção até a morte; não participar voluntariamente de atos que coloquem em risco a integridade física ou psíquica do ser humano; manter e elevar os ideais de minha profissão, obedecendo aos preceitos da ética e da moral, preservando sua honra, seu prestígio e suas tradições.”

Clique no ícone e compartilhe esta página!

 

Comentários

fatima matias

quexeramobim-ceara - CE - supervissora de vendas. - Postado em 13/06/2013

eu faço técnico de enfermagem,e estou mim preparando pra fazer a faculdade de enfermagem,pois eu amo esta linda profissão de ajudar o proximo e também meu pai é um exemplo de um bom medico.

Dalva Moura

Iracema - CE - Estundante de enfermagem - Postado em 19/05/2013

Estou estundo e pretendo seguir essa profissão q admiro muito !!! Ajudar e colaborar para o bem do próximo não tem preço!!!!!

Dalva Moura

Iracema - CE - Estundante de enfermagem - Postado em 19/05/2013

Estou estundo e pretendo seguir essa profissão q admiro muito !!! Ajudar e colaborar para o bem do próximo não tem preço!!!!!

Elton Ramon

Rio Branco - AC - Acadêmico de Enfermagem - UFAC - Postado em 19/05/2013

No começo de tudo achei que seria apenas um diploma, hoje, vejo que a enfermagem faz parte da minha vida. Pretendo me esforçar pra exercer a profissão dando o meu melhor para que as pessoas que precisarem de mim possam se sentir felizes ao serem cuidadas. Que Deus abençoe os Enfermeiros sempre dando inteligencia para sabermos agir nas mais complicadas situações.

fernanda bruna

maringa - PR - estudante de enfermagem - Postado em 08/04/2013

cada dia me sinto mais viva e util pois sei q escolhi a profissao certa.. sem duvidas essa mulher e uma inspiraçao;; para todos q amam o que fazem, e fazem com amor.

jamile meira

salvador - BA - estudante de enfermagem - Postado em 07/04/2013

Cada dia que passa sinto que fiz a escolha certa. Na realidade não foi eu que escolhi ser enfermeira e sim ela que me escolheu. Tenho muito orgulho da minha profissão

clecia santos

sao paulo - SP - vendedara - Postado em 05/04/2013

amo a enfermagem,e admiro muito todo esse trabalho realizado.parabens a todos.

JOSE MARIO DE JESUS GONÇALVES

JUIZ DE FORA - MG - TEC ENFERMAGE E ACADEMICO - Postado em 31/03/2013

AMO DEMAIS ESSA PROFISSAO QUE E MUITO GRATIFICANTE AOS OLHOS DE DEUS POR QUE A ENFERMAGEM NAO E UMA PROFISSAO E SIM UM DOM

VERONICA VALERIO DE ASSIS

igarassu pe - PE - TECNICO EM LABORATORIO - Postado em 27/01/2013

adimiração por essa profissão.

VERONICA VALERIO DE ASSIS

igarassu pe - PE - TECNICO EM LABORATORIO - Postado em 27/01/2013

adimiração por essa profissão.

laura

são paulo - SP - Enfermeira - Postado em 19/01/2012

A grande luta da enfermagem está em suportar os médicos que se acham semi-deuses e donos da verdade plena e absoluta, realmente nossa classe precisa se unir e reinvidicar seu valor.

Vanuza Pinto de Oliveira

Joinville - SC - Técnica de enfermagem - Postado em 19/05/2011

Ola,turma fiquei muito feliz em conhecer um pouco o trabalho de vc ,eu tambem amo essa area enfermagem e tudo pra mim um grande bj!!!!!!!!!!!!!!!!

Sebastião Freires de Oliveira

Iracema - CE - Aux. de Enfermagem - Postado em 09/05/2011

Amo minha profissão e por ela me dedico e procuro sempre me atualizar.

ivo santana rodrigues da costa

Brasília - DF - Funcionário Público - Postado em 04/05/2011

materia muito interessante, sei que é importante o atendimento médico ao paciente, contudo, reconheço que os serviços de enfermagem fazem a diferença, uma boa evolução do paciente depende 100% dos serviços da Enfermagem, pena que no nosso país ainda não se reconhece profissão de tão grande valor, Enfermeiros e Tecnicos sobrevivem com baixos salários pagos pela rede privada, e os governos estaduais da mesma forma remuneram nossos profissionais muito a quem da realidade.

RENATA CACIA MICHELINE

PIRACICABA - SP - DO LAR - Postado em 11/04/2011

BOM DIA EU ESTAVA EM VIAGEM DE PORTO ALEGRE A CAMPINAS , E ENCONTREI ESSES GAROTOS NO AEROPORTO , SÃO ALEGRES, E COM MUITA ENERGIA , ENTAO RESOLVI VER O SITE PARA SABER O QUE SERIA ANJOS DA ENFERMAGEM, LINDO O TRABALHO DE VOCEIS QUE DEUS CONTINUE ILUMINANDO VOCEIS E QUE ILUMINE PESSOAS PARA FAZER ESTE TRABALHO...ABRAÇOS

Cássia Ribeiro

Palmas - TO - Estudante de Enfermagem - Postado em 26/01/2011

Conheci o Projeto Anjos da Enfermagem no ano passado em novembro de 2010 quando estiveram na minha faculdade fazendo o processo seletico.. Eu logo me inscrevi, passei na 1ª fase, 2ª..Mas infelismente não passei na 3ª e não fui selecionada, fiquei como suplente. Fiquei triste, mas fazer oque neh? Queria muito ter participado e recomendo é um trabalho LIIINDO..

Cristiane da Silva Reis Carvalho

- - Auxiliar de Enfermagem/ terminando técn - Postado em 13/09/2010

Ola!! Meu irmão faleceu aos 14 anos( Leucemia), eu tinha apenas 8 anos mas não esqueço de seu sofrimento.Faleceu depois de 3 meses do diagnostico.Eu Amo Muito Enfermagem,como faço participar desse projeto?pois tenho muito Amor para doar. Amo vocês! Beijos!!!

Jane

- - Estudante de Emfermagem - Postado em 08/09/2010

Como faço p participar desse projeto maravilhoso ?

adelar monteiro barreto

- - estudante de técnico de enfermagem - Postado em 11/08/2010

óla gostaria de parabelizar a todos pelo trabalho sempre bom ver que apesar de tantos descasos com a nossa profissão tem sempre algum que faz algo para ajudar e dar uma injeção de animo! um abraço

GEAN WOLFE ALENCAR GOMES

- - Estudante de Enfermagem e Auxiliar de Fa - Postado em 06/08/2010

Olá, em primeiro lugar queria parabenizar o brilhante trabalho feito pelos anjos da enfermagem, moro em Araguaína - Tocantins, sou estudante de enfermagem de uma faculdade particular, queria muito implantar esse trabalho aq na minha cidade, já que estou no segundo periodo, e tenho um logo tempo p trabalhar e deixar esse trabalho na almas dos outros alunos que ainda vão entrar na faculdade.

Leila Santos

- - Enfermeira - Postado em 02/08/2010

Tudo que é feito com amor tem um bom resultado, e se tradando de vidas melhor ainda. Eu sempre gostei de fazer parte de projetos voluntários, é maravilhosome deixa realizada. Como faço para participar desse projeto lindo? Moro em São Luis. Parabéns a todos vocês!

DEYVISON DE ABREU FREITAS

- - ACADEMICO DE ENFERMAGEM - Postado em 20/07/2010

Faço estágio extracurricular em um hospital filantropico na cidade de sete lagoas-MG, tenho muito interesse em implantar este projeto em nossa região, como devo proceder. atenciosamente DEYVISON DE ABREU FREITAS

clautide

- - estudante de enfermagem - Postado em 13/07/2010

acho muito bonito esse trabalho,e tam bém muito necessário. gostaria de fazer parte da equipe, estou terminando o curso técnico de enfermagem o que devo fazer para ser uma voluntaria dos anjos?. bjos paz e bem!!!!!!!!!!!!!!!

Marilza M de Carvalho

- - Enfermeira - Postado em 09/06/2010

Venho parabenizar por esse lindo trabalho que vcs fazem, levando amor, a todas as pessoas que mais necessita. Gostaria de conhecer melhor o trabalho de vcs, na nossa região o local mais proximo e curitiba. Derente montar um grupo na nossa região. Parabensssssss fique com deus sempre

Cirinéia Vargas dos Anjos

- - Enfermeira - Postado em 04/06/2010

Nessa profissão temos que amar o nosso semelhante como a nós mesmo. Não basta gostar, tem que amar o que faz para só assim fazer com prazer e bem feito. Parabéns para todos os enfermeiros(as) de todo esse nosso brasil.

simone

- - representante comercial - Postado em 22/05/2010

Gostaria de ajudar!

Marcos José

- - Radiologista,graduando em Enfermagem ess - Postado em 10/05/2010

A enfermagem para mim é algo q faltava em minha vida,e pretendo-me ser bom em todos os aspéctos onde o cuidar necessita de conhecimentos e amor ao próximo.Quando cuidamos de um corpo,q podemos os chamar de pacientes estamos cuidando,devemos todos nós dedicar mos esse cuidado de corpo e alma,fazendo com que essas pessoas que necessitam de nossos cuidados possam sorrir e nos transmitir um sorriso e significados em seus olhares que nem precisam ser ditas, e ser tratados de forma humanizada com resepito e amor.A integridade não é o que você aparenta manter quando todos o observam. É quem você é quando ninguém está olhando. É um nível de moralidade abaixo do qual você não cai, não importa o que esteja acontecendo ao seu redor. É um alto padrão de honestidade, veracidade, decência e honra que jamais é quebrado. É fazer aos outros aquilo que gostaria que lhe fizessem. As palavras do homem íntegro não mudam. Gostaria muito de receber algo que se trata a minha profissão que irei me dedicar por resto de minha vida.Marcos!!!

Marilise Carvalho

- - enfermeira - Postado em 03/05/2010

tenho disponiblidade para trabalhar como voluntária

Simone Guedes

- - Enfermeira - Postado em 09/03/2010

Olá sou enfermeira e gostaria de saber como participar desse projeto maravilhoso e se tem sede em SP. Obrigada!

miryam de souza

- - auxiliar de enfermagem/tecnico - Postado em 27/02/2010

gostaria de saber como faço para poder participar desse projeto,achei simplismente encantador ,magico ,apesar dos problemas visiveis mas Deus esta sempre presente nos sonhos reais,ja trabalho com crianças deficientes e excepicionais nas casas andre luis.bjos mil aguardo uma resposta obrigada.

edilene de lima jaco

- - auxilia de serviços gerais - Postado em 22/01/2010

abaixo de deus existe tantas pessoas como vocês maravilhosas, fazendo o bem e luta pela vida, nós muita vezes não agradecemos mais deus com certeza se!!! mais o que eu quero dizer que deus é vida deus é luz parabéns para todos que se dedicão poresta luta. um forte abraço do fundo do coraçâo bjos!!!!

Kátia Boni

- - Enfermeira - Postado em 18/12/2009

Olá, gostaria de saber como faço para participar deste projeto. É muito lindo o trabalho de vcs, parabéns e aguardo resposta Obrigada!

 

 

Deixe um Comentário

(*) Preenchimento Obrigatório

Atenção! Seu e-mail não será usado para outros fins


  • 

    Sede

    Rua Nossa Senhora de Fátima, 115 - Pimenta
    CEP: 63.113-095 - Crato - CE

    contato@anjosdaenfermagem.org.br

    Tel.: 88 3523-3555


    Apoio institucional:



    Anjos da Enfermagem
    Copyright © 2008 Direitos reservados